Arquivos da categoria: Químicos e Materiais Perigosos

Como descartar absorventes industriais?

Posted on by

SPC_descarte1A responsabilidade ambiental e ecológica vem sendo cada vez mais uma preocupação e também uma política das grandes empresas. O uso dos absorventes industriais é fundamental deste ponto de vista, pois são capazes de limpar, controlar e conter, de forma rápida e eficiente, vazamentos e derramamentos de óleos e produtos químicos. Com a ação desses absorventes, é possível evitar graves impactos ambientais e contaminação de solos, além de prevenir também acidentes.

Entretanto, a responsabilidade com o meio ambiente não para por aí. Os absorventes, embebidos em óleo, podem ser descartados como lixo comum? De forma nenhuma. Cada resíduo tem um descarte específico de acordo com as suas propriedades físicas, infectocontagiosas e químicas e seus respectivos impactos na saúde pública e meio ambiente.

A norma NBR 10.004 de 09/1987 é a responsável por regulamentar os resíduos industriais sólidos, onde se enquadram os absorventes industriais, seja o específico ou universal. Segundo a norma, os resíduos com óleo são de classe II: perigosos e não inertes.

Os absorventes costumam reter no mínimo cinco vezes o seu próprio peso, e com essa alta quantidade de óleo a melhor destinação que podem receber é serem transformados em combustível. O poder calorífico dos resíduos oleosos é maior do que o de diversos combustíveis existentes no mercado. Esta destinação só pode ser implementada com uma licença apropriada dos órgãos de responsabilidade ambiental.

Que outras destinações pode se dar aos absorventes industriais?

Para os absorventes embebidos em óleo há três indicações mais comuns:

1. Coprocessamento em fornos

Esta é uma alternativa altamente sustentável, e também uma via bastante econômica de dar um destino ecológico ao lixo residual oleoso. A indústria do cimento utiliza energia em grandes quantidades para realizar suas atividades, e a alta quantidade de calor emanado da queima dos absorventes industriais oleosos poderá ser aproveitado por empresas deste tipo.

2. Incineração

A tecnologia de incineração hoje é altamente segura e confiável, destrói quase 100% do resíduo e deixa o material em baixo volume. A incineração destrói os resíduos através de altas temperaturas, e todos os gases que resultam desse processo devem ser tratados antes de ir para o meio ambiente. As cinzas desses resíduos, após devidamente avaliadas, devem ser enterradas em aterro industrial licenciado.

SPC_descarte23. Destinação para aterros

Uma das mais populares medidas de tratamento de resíduo oleoso é enterrar em locais destinados especificamente para isso, em áreas que garantem segurança ao meio ambiente e impedem ou minimizam qualquer risco de poluição. Sempre verifique se o aterro com o qual vai estabelecer o serviço está em total conformidade com as exigências dos órgãos competentes.

Como você pode ter percebido a destinação dos absorventes industriais, ou qualquer outro resíduo sólido oleoso, envolverá gastos. Por isso avalie bem qual forma de descarte seguro e ecologicamente responsável tem o melhor custo benefício para sua empresa. Nunca opte por um descarte descuidado, pois pode gerar graves acidentes e consequências para o ambiente.

A SETON oferece várias soluções para adequação as Normas de Segurança. É possível fazer a consulta pelo catálogo virtual, pelo site www.seton.com.br ou pelo Televendas: (11) 4166-1202, que funciona de segunda à sexta, das 8h00 às 17h00.

Dúvidas e solicitações podem ser feitas através de e-mail para o Serviço de Atendimento ao Consumidor SETON – informacoes@seton.com.br ou pelo Chat Online, que tem um horário diferenciado dos outros serviços – 9h00 às 18h00.

Marcadores de Tubulação – Adeque-se a NR-26.

Posted on by

NR26O empenho no trabalho de identificação e sinalização é um dos itens mais importantes no que diz respeito à segurança. A correta identificação de locais e itens, bem como de normas, advertências e conteúdo em geral é capaz de prevenir a ocorrência de muitos acidentes. E alguns dos principais itens a serem corretamente identificados são as tubulações especialmente em locais que utilizam produtos tóxicos, químicos, corrosivos, gases e similares em espaço fechado.

Para que servem os marcadores de tubulação?

Marcadores de tubulações servem principalmente para identificar o fluido presente no local, garantindo a segurança no correto desenvolvimento de atividades e arredores, evitando possibilidade de choques e explosões decorrentes de trabalho realizado de forma inapropriada e até irresponsável.

Normas e principais características dos marcadores de tubulação:

NR26_2Esse tipo de sinalização é regulada pela NR 26 (Sinalização de Segurança), assim como Norma da ABNT – NBR 7195/95 (condições para efetuar o emprego de cores para fluidos e material fragmentado ou condutores elétricos) e também pela NBR 14725 (Parte 3 – Rotulagem Preventiva).

Basicamente os marcadores têm como principais características o uso de uma cor – determinada pela norma de acordo com o elemento contido no local – e setas que indicam a direção de fluidez do conteúdo.

As cores podem indicar a existência de produtos químicos não gasosos; gases não liquefeitos; ar comprimido; vapor; vácuo; eletroduto; gases liquefeitos, inflamáveis e combustíveis de baixa viscosidade; materiais fragmentados (minérios), petróleo bruto; inflamáveis e combustíveis de alta viscosidade, água (exceto a destinada a combater incêndios; água e outras substâncias destinadas a combater incêndio).

Já a Rotulagem Preventiva prevê o uso da identificação e composição do produto químico; pictorama de perigo; palavra de advertência; frase de perigo; frases de precaução; informações suplementares. As combinações de texto e cor de fundo dos marcadores são regidos pela ABNT sendo elas: NBR 7485, NBR 13193, NBR 6493 e NBR 7679.

Cuidados adicionais com marcadores de tubulação

Os marcadores também devem estar bem localizados e posicionados de maneira visível para evitar leitura precária ou incorreta. A recomendação é que as identificações estejam presentes próximos às válvulas e flanges, mudanças de direção, ambos os lados de penetração à parede e solo, e a cada 7,6 m a 15,24 m em linha reta.

E para que o esforço da campanha de sinalização tenha eficácia, os funcionários que trabalham no setor e desenvolvem atividades próximas às tubulações devem ter pleno conhecimento do significado das cores e dos símbolos. Isso deve ser feito por meio de treinamento e frequentes ações de conscientização.

Pesquise entre as soluções oferecidas para encontrar qual é a opção que se adeque as suas necessidades. É possível fazer a consulta pelo catálogo virtual, pelo site www.seton.com.br ou pelo Televendas: (11) 4166-1202, que funciona de segunda à sexta, das 8h00 às 17h00.

Dúvidas e solicitações podem ser feitas através de e-mail para o Serviço de Atendimento ao Consumidor SETON – informacoes@seton.com.br ou pelo Chat Online, que tem um horário diferenciado dos outros serviços – 9h00 às 18h00.

Transporte e transferência de produtos inflamáveis.

Posted on by

Oferecer segurança é fundamental para o cotidiano de qualquer empresa. A questão acaba sendo ainda mais importante se ela opera com cargas e produtos potencialmente perigosas ou em ambientes que proporcionam maiores riscos à integridade de colaboradores e público em geral.

Casos nos quais seguir os procedimentos corretos e utilizando os equipamentos adequados é tão importante quanto manter kits emergenciais para conter os estragos em caso de problemas.

Dentro desta área, um dos assuntos que mais despertam interesse e atenção é o transporte de produtos perigosos e inflamáveis, que é fundamental para o funcionamento de diversos setores e empreendimentos em cadeia. Trata-se de uma atividade a ser desenvolvida com cuidado tendo em vista os riscos inerentes ao manuseio deste tipo de carga, seja patrimonial, ambiental ou a vida humana.

Por que usar recipiente dTransporte_de_Produtos_Perigosos_3e transporte de produtos inflamáveis?

Quando nos referimos a uma operação de manipulação e transporte de material de alto risco, estamos nos referindo a matérias que possam causar danos sérios e até irreparáveis para os profissionais envolvidos, a comunidade próxima ou até mesmo o meio ambiente.

Existe uma classificação e definição das classes de produtos perigosos feitos com base nas recomendações feitas pela ONU (Organização das Nações Unidas) – Transporte de Produtos Perigosos das Nações Unidas, sétima edição revista, 1991.

A classificação se divide em três grupos de embalagens para conter e transportar esse tipo de material: Embalagem I para alto risco, Embalagem II para risco médio e Embalagem III para risco baixo. As classes são organizadas por tipos de produtos, subdivididos em nove classes, as quais serão resumidas a título de entendimento, pois são apenas subdivisões das classes. São elas: ácidos, inflamáveis, corrosivos, gases, substâncias oxidantes, tóxicos/venenos, materiais radioativos.

Erros durante esse processo podem causar prejuízos financeiros, ferimentos graves e até mortes, portanto todo cuidado é fundamental para que não haja problemas durante o desempenho das tarefas que exigem esse tipo de cuidado.

Os recipientes de transporte de produtos perigosos são a forma mais correta para esse tipo de tarefa, já que são desenvolvidos pensando na segurança e na durabilidade do equipamento em si. Em geral, são projetados para evitar desperdícios no momento das transferências, uso e descartes do material, reduzir a incidência de liberação de vapores nocivos, evitar corrosão ou contaminação e também para ter maior durabilidade de uso, como possíveis desgastes ou escurecimento do container, tendo em visto a natureza do produto a ser armazenado.

Transporte_de_Produtos_Perigosos_1A SETON conta com diversos recipientes para o transporte, transferência e manuseio de produtos perigosos e inflamáveis em seu catálogo, todos eles, atendendo as normas ambientais com diversas variações nos tamanhos e especificidades como: dispositivos anti-chamas e explosão, travamento de segurança, fechamento automático, extensões flexíveis espaço para encharcar ou umedecer panos e coletores. Basta acessar o site da Seton e verificar quais os produtos com maior potencial para atender as suas necessidades.

Basta pesquisar entre as soluções oferecidas para encontrar qual é a opção que se adeque as suas necessidades. É possível fazer a consulta pelo catálogo virtual, pelo site www.seton.com.br ou pelo Televendas: (11) 4166-1202, que funciona de segunda à sexta, das 8h00 às 17h00.

Dúvidas e solicitações podem ser feitas através de e-mail para o Serviço de Atendimento ao Consumidor SETON – informacoes@seton.com.br ou pelo Chat Online, que tem um horário diferenciado dos outros serviços – 9h00 às 18h00.