FISPQ: tudo que você precisa saber sobre

Posted on by

fispq_

Embora quando somos jovens não gostamos de química ou não entendemos para que ela serve, a química está presente na vida do ser humano o tempo todo, seja no fitoterápico, nos eletrônicos, no ar que respiramos, no corpo humano, no meio ambiente, produtos de limpeza, higiene, enfim, a química se encontra em toda parte.

Na indústria, as substâncias ou compostos químicos devem ser acompanhados de sua respectiva FISPQ que quer dizer Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos.

Mas, afinal de contas, o que é a FISPQ?

Trata-se de uma ficha detalhada sobre cada produto químico, contendo 16 seções:

 

1 Identificação;
2 Identificação de perigos;
3 Composição e informações sobre os ingredientes;
4 Medidas de primeiros socorros;
5 Medidas de combate a incêndio;
6 Medidas de controle para derramamento ou vazamento;
7 Manuseio e armazenamento;
8 Controle de exposição e proteção individual;
9 Propriedades físicas e químicas;
10 Estabilidade e reatividade;
11 Informações toxicológicas;
12 Informações ecológicas;
13 Considerações sobre disposição final;
14 Informações sobre transporte;
15 Informações sobre regulamentações e
16 Outras informações.

Se você precisa criar uma FISPQ, saiba que existe uma norma ABNT que determina como elaborá-la, é a ABNT NBR 14725 que fornece parâmetros dos produtos químicos e informações sobre segurança, saúde e meio ambiente.

A pasta FISPQ também pode ser útil para desenvolver avaliações de risco que permitem a aplicação de um programa ativo de segurança, saúde e meio ambiente, incluindo treinamentos aos usuários dos produtos.

Os responsáveis pela elaboração e utilização das informações da FISPQ são os fabricantes (no caso de importação, o fornecedor do produto químico no mercado nacional), tendo como dever elaborar e tornar disponível a FISPQ aos seus clientes. Por outro lado, o usuário do produto químico é responsável por agir de acordo com as orientações contidas na ficha, tendo em vista as condições de uso do produto, assegurar o acesso seguro aos trabalhadores e mantê-los informados quanto aos perigos relevantes no seu local de trabalho.

Embora a ABNT NBR 14725 não estabeleça uma periodicidade para a revisão da FISPQ, é prudente que os fabricantes mantenham um controle sobre esse ponto. A revisão da FISPQ é obrigatória caso ocorra alteração na composição do produto químico que altere sua classificação de perigo ou quando houver alteração da identificação da empresa e nome do produto.

É recomendável também conhecer o SASSMAQ (Sistema de Avaliação de Saúde Segurança Meio Ambiente e Qualidade) da ABIQUIM (Associação Brasileira das Indústrias de Química). Lá você encontrará um sistema muito eficaz a respeito de todas as áreas que abrangem os riscos de um produto químico, por exemplo: suas características, que providência tomar em caso de acidente, ou se o o motorista (transportador) necessita de treinamento específico.

A FISPQ é o RG do produto químico, não deixe de ler, repassar as informações aos funcionários, pois o mal manuseio pode matar. Fique atento e trabalhe com segurança.

Sobre Herbert Faria

Engenheiro Químico pela UFRJ e Mestre em Administração de Empresas pelo COPPEAD / UFRJ. 10 anos de experiência em empresas multinacionais de grande porte. É colaborador do Blog da Seton desde 2013.

2 ideias sobre “FISPQ: tudo que você precisa saber sobre

  1. syltrindade@hotmail.com'Silvana Trindade de Souza

    Gostaria de saber qual a periodicidade para ministrar os treinamentos de FISPQ Para OS COLABORADORES QUE MANUSEIAM PRODUTOS quimicos ?

    Responder
  2. ritadecacia.2005@gmail.com'Maria Eduarda TV

    (=’:’=) Muito bom esse site valeu vou da uma força para voces e indicar esse site para as minha amigas no facebook, Adorei, muito bom conteudo.| (• .•)| |(• .•) |

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *