Rotulagem Preventiva: 5 passos para adequar-se a NR-26

Rotulagem Preventiva: 5 passos para adequar-se a NR-26

O GHS é um sistema global de rotulagem de produtos químicos perigosos, para proteção da saúde humana e do meio ambiente .

A Norma Regulamentadora 26, ligada à Sinalização de Segurança, estabelece alguns princípios quanto à rotulagem de produtos químicos nocivos à saúde. O texto prevê a adequação e padronização de rótulos com símbolos para identificação de materiais perigosos, durante seu manuseio.

A norma faz referência ao Sistema Globalmente Harmonizado de Classificação e Rotulagem de Produtos Químicos, ou GHS, da sigla em inglês Globally Harmonized System of Classification and Labeling of Chemicals.

Tal sistema, criado para comunicar perigos nos rótulos e Fichas de Informação de Segurança de Produtos Químicos (FISPQs), foi desenvolvido pela Organização das Nações Unidas e faz parte da legislação brasileira desde 2015, quando entrou em vigor a NR-26.

Confira abaixo cinco passos importantes para atender a norma.

1-Desenvolva um Plano de Redução de Riscos
Uma boa prática é o desenvolvimento de um Plano de Redução de Riscos, com medicas para redução de acidentes a partir da análise das atividades desempenhadas na organização. Formalize tal prática em um documento e disponibilize aos colaboradores da empresa.

2- Faça inventário de todos os produtos químicos
Assim como outros ativos, produtos químicos perigosos utilizados nas operações, ou nas rotinas de limpeza da companhia, devem ser identificados, classificados e acompanhados de perto. 

3- Estabeleça e mantenha um arquivo completo com todas as FISPQs
Os funcionários devem ter acesso fácil e rápido a FISPQs atualizadas dos produtos com os quais têm contato. Organize-as em pastas e deixe próximo aos produtos químicos ou locais de manuseio. Crie também um diretório na rede e organize os documentos de todos os produtos perigosos da planta.

4- Rotule recipientes perigosos, tubulações e tanques
Comunique claramente os perigos aos funcionários por meio de etiquetas, placas de sinalização e rótulos. Lembre-se: há normas para cada um desses itens.

5- Treine colaboradores e comunique os elementos de riscos Proporcione treinamentos regulares aos funcionários e mantenha uma comunicação efetiva, comunicando mudanças e novidades que impactem nas rotinas de trabalho e na organização como um todo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.